Volume
Redes
Sociais
Morre o cantor e compositor Luiz Melodia
04/08/2017 - 13h22 em Música

Autor de "Pérola Negra" e "Juventude Transviada" tinha 66 anos

O cantor e compositor Luiz Melodia morreu nessa madrugada (4) aos 66 anos no . O artista sofria com um câncer lhe que atacou a medula óssea - segundo o jornal O Globo, ele fez um transplante e de medula e respondeu ao procedimento, mas não à quimioterapia a que precisou ser submetido posteriormente. Melodia morava no Rio de Janeiro e estava internado no Quinta D'Or.

Luiz Melodia foi um dos inovadores da música brasileira. Seu álbum de estreia "Pérola Negra" de 1973 é considerado um dos trabalhos fundamentais da história da MPB - o 32° melhor já feito aqui segundo a edição brasileira da Rolling Stone. 

O álbum mostrou um artista que conseguia transitar pelo blues, rock, samba e forró e ainda escrever letras de grande poesia. A mesma revista também o elegeu o 45º maior artista da música do Brasil.

Quem revelou-o como compositor para o país foi Gal Costa que gravou "Pérola Negra" em 1971 (no antológico álbum ao vivo "Fa-Tal"). No ano seguinte foi a vez de Maria Bethânia gravar "Estácio Holly Estácio".

Melodia gravaria outros disco importantes - "Maravilhas Contemporâneas" de 1976 e "Nós" de 1980 entre eles - ainda que raramente tenha atingido o grande público, o que o levou ser considerado um dos "malditos" da MPB.

Ainda assim, ele fez muito sucesso com "Juventude Transviada" (1976) e com a regravação de "Codinome Beija Flor" de Cazuza em 1992. Melodia também tinha um público fiel que sempre prestigiava os seus shows. Seu último trabalho de estúdio, "Zerima", saiu em 2014.

Fonte: Vagalume

COMENTÁRIOS